Artrose do joelho pode ser tratada com infiltração

A osteoartrose, mais conhecida como artrose, atinge todos os anos mais de 2 milhões de brasileiros. Cerca de 40% dos indivíduos com mais de 65 anos sofrem de sintomas associados com a artrose dos joelhos ou dos quadris. A doença cartilaginosa, seja traumática aguda ou degenerativa, é de origem multifatorial e leva ao desgaste da cartilagem articular. O tratamento pode ser cirúrgico, mas em fase inicial ou moderada, uma das alternativas para tratar o problema é a aplicação do ácido hialurônico, uma substância naturalmente presente no corpo humano que preenche espaços entre as células.


O melhor benefício para uso do ácido hialurônico é quando não existem doenças concomitantes como o desvio do eixo - membros inferiores tortos -, e quando não há a doença sistêmica, como as doenças reumáticas, por exemplo. Existem vários produtos no mercado e alguns permitem aplicação única anual, enquanto outros necessitam de três a cinco aplicações (geralmente uma a cada semana), com durabilidade que depende do produto e do peso molecular, com variação de seis meses a um ano e meio.

Quais os efeitos da infiltração?

Quando se faz o procedimento com ácido hilaurônico é possível alcançar melhora na dor do paciente, o que permite que a pessoa faça um programa de reabilitação muscular, além de conseguir ganho de força muscular e perda ponderal, que afeta a evolução da artrose. O ácido hialurônico tem quatro efeitos importantes:


- Função anti-inflamatória e analgésica

- Proteção da articulação

- Lubrificação da articulação por sua viscosidade

- Absorção de parte do impacto da articulação do joelho


O procedimento proporciona a diminuição da quantidade de substâncias inflamatórias que podem causar lesão tecidual nas estruturas do joelho e diminui a degradação da cartilagem, melhorando a formação da matriz cartilaginosa, uma vez que ele ativa a produção de colágeno tipo 2 e das células da cartilagem, os condrócitos.


Quem pode fazer?

Para fazer esse tipo de aplicação não há restrição de idade, mas a artrose afeta geralmente a população idosa. Por isso, é mais frequente o tratamento em pacientes nessa faixa etária, em que a prevalência da osteoartrite do joelho é maior. Mesmo assim, o procedimento também pode ser realizado na população adulta ativa, principalmente ligada a práticas esportivas.


Como é a recuperação?

As aplicações normalmente não geram nenhum efeito colateral e o repouso domiciliar do paciente depende de cada caso, sendo indicado apenas a suspensão das atividades físicas por 48 horas. É recomendado que a pessoa também evite grandes esforços físicos após as aplicações. Apesar de ser um tratamento complementar bem útil, o ácido hilaurônico é uma ferramenta que só tem efeito satisfatório quando usada em conjunto das demais alternativas sugeridas pelo ortopedista, como o uso de medicamentos, perda de peso e exercício físico.


O ácido não é milagroso, tem suas indicações e não pode ser usado para todo tipo de artrose, mas é uma ferramenta complementar muito importante. Vale lembrar que é fundamental que o procedimento seja feio por um médico com experiência em realizar infiltração no joelho para que o ácido seja aplicado no local correto.

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Instagram ícone social

COE - Centro de Ortopedia Especializada © 2018

Criado por Plena Estratégias Criativas

Diretor Técnico: Dr. Thiago Caixeta - CRM-GO 13291 / RQE 8070 - Médico Ortopedista e Traumatologista.