Dor anterior no joelho: causas e tratamento

A dor na parte da frente do joelho é a mais comum entre as dores nessa região e atinge, com mais frequência, mulheres, jovens e atletas. O desalinhamento dos membros inferiores e as alterações da biomecânica dos movimentos são os principais fatores para o aparecimento de dor, pois contribuem para a má movimentação e sobrecarga da patela.


Vários podem ser os diagnósticos relacionados, desde artrite, artrose, condromalácia patelar, tendinites, entre outras. Mas o principal deles é Síndrome da Dor Femoropatelar (SDDF), responsável por 25% dos casos de incômodos nessa articulação. Joelhos que estalam ao subir ou descer escadas e que doem quando se levanta depois de longo período sentado podem ser alguns dos sintomas.

Quais as causas da dor?

Existe um consenso de que a instabilidade da patela é o principal fator para o desenvolvimento de dores nessa região no joelho, mas outros fatores, como obesidade, o excesso de atividades físicas intensas (principalmente a corrida), a falta de estabilidade dos músculos ou meniscos e a ocorrência de traumas ou lesões também podem gerar dores.


No caso da SDDF, a origem da dor não é exata, mas pode surgir por desgaste, sobrecarga ou impacto, fatores que causam desequilíbrio da patela. Largura excessiva da pelve, joelho valgo (pisada para dentro), fraqueza dos músculos do quadril e da coxa, patela alta e insuficiência ligamentar são algumas das possíveis causas.


Ao dobrar o joelho, aumentamos a pressão entre a patela e os vários pontos de contato com o fêmur. Para atletas, mesmo amadores, o uso excessivo da articulação pode intensificar a pressão e promover o desgaste contínuo. Mas a Síndrome também pode afetar pessoas “inativas”, através da sobrecarga ou do impacto que seu próprio peso oferece, contribuindo para aumentar a dor e o problema em si.


Como identificar?

A avaliação clínica deve ser feita por um ortopedista, com foco em joelho, através da realização de exames físicos com testes específicos para identificar a causa das dores. Normalmente, o médico poderá pedir também exames de imagem para complementar a investigação a fim de encontrar a real causa do problema.


Como tratar?

O tratamento vai depender da identificação da causa da dor e deverá ser dirigido a solucionar esse problema. Utiliza-se medicamentos para o controle da dor e terapia física de reabilitação com o objetivo de balancear a musculatura dos membros inferiores. O mais importante é consultar regularmente um ortopedista e buscar ajuda ao menor sinal de incômodo, evitando que a doença evolua e exija intervenção cirúrgica.


Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Instagram ícone social

COE - Centro de Ortopedia Especializada © 2018

Criado por Plena Estratégias Criativas

Diretor Técnico: Dr. Thiago Caixeta - CRM-GO 13291 / RQE 8070 - Médico Ortopedista e Traumatologista.