Ortopedia esportiva ajuda atletas de alta performance

Você sabia que os atletas de alta performance estão sempre mais sujeitos a lesões ortopédicas do que pessoas comuns? Infelizmente, o atleta aprende a conviver com lesões, já que são mais suscetíveis a elas. Eventualmente ocorrem trincas, torções ou luxações e por isso o acompanhamento regular com o médico ortopedista faz toda diferença. Tanto para orientar cuidados durante as competições, como para ter uma recuperação mais rápida, afinal o atleta não pode ficar muito tempo parado.

Aqui no COE, atendo atletas de alta performance, como a goiana Bárbara Neves, primeira mulher a fazer parte da equipe Honda Racing e que acabou de conquistar mais um título do Campeonato Brasileiro de Enduro FIM. As consultas ajudam a suportar a dura rotina de treinos e alcançar o melhor desempenho nas competições. Diante da busca por segundos ou centímetros preciosos que podem significar as melhores colocações nas disputas, cresce o risco de desgaste motivado pelo overtraining.

Divulgação: Honda

Cada esporte tem um treinamento específico e chamamos isso gesto esportivo. Algumas lesões também são mais prevalentes de acordo com a modalidade. Quando entendemos bem isso e com o acompanhamento regular, conseguimos prevenir essas contusões e o atleta pode ter sucesso.

Ortopedista ajuda a prevenir e recuperar lesões

Com provas que podem duração entre 50 minutos a seis horas, o motociclismo é uma modalidade que exige bastante das pernas. Para manter o posicionamento correto, a atleta ando em pé já que a posição sentada forçaria as costas e os braços. Como os membros inferiores são mais fortes, essa posição é mais adequada, mas desgasta mais os joelhos e os músculos da perna.

Mas o trabalho do ortopedista esportivo vai além de apenas tratar lesões. Meu papel é definir o planejamento de um trabalho preventivo mais amplo. Ao sinal de qualquer dor, fazemos a avaliação no consultório e pedimos exames para identificar quais são as correções e qual trabalho de fortalecimento devemos fazer. A partir daí, repassamos as orientações para a equipe multiprofissional, que conta com personal trainer, fisioterapeuta esportivo e até nutricionista.

Personalização do tratamento

Com diagnóstico precoce das dores e acompanhamento constante para prevenir lesões, o acompanhamento do ortopedista já serviu até mesmo para viabilizar a participação em um campeonato mesmo com uma fratura que poderia tê-la tirado da prova. Com o cotovelo quebrado, uma órtese especial para foi desenvolvida para que Bárbara pudesse competir.

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Instagram ícone social

COE - Centro de Ortopedia Especializada © 2018

Criado por Plena Estratégias Criativas

Diretor Técnico: Dr. Thiago Caixeta - CRM-GO 13291 / RQE 8070 - Médico Ortopedista e Traumatologista.