Você sabe como funciona a prótese de ombro?

A cirurgia para substituição articular do ombro, ou artroplastia do ombro, é um procedimento cirúrgico para realizar a substituição das estruturas lesadas por componentes artificiais e pode ser considerada opção terapêutica para uma série de doenças que acometem os ombros. A prótese de ombro pode ser parcial (quando se substitui somente a cabeça umeral) ou total (quando toda articulação é substituida).

A cirurgia de substituição do ombro foi realizada pela primeira vez nos Estados Unidos na década de 1950 para tratar fraturas graves do ombro. Embora a cirurgia de substituição da articulação do ombro seja menos comum do que as próteses do joelho e do quadril, ela tem indicações pontuais e trata-se de uma importante opção no alívio da dor para pacientes de casos específicos.

Antes da cirurgia, outros tratamentos podem ser tentados?

Inicialmente o tratamento será sempre não-cirúrgico, com medicamentos e mudança de estilo de vida, visando não sobrecarregar a função articular para não causar dor. A partir do momento em que estas medidas não forem mais eficazes para aliviar a dor, a cirurgia de substituição da articulação do ombro pode ser considerada. A artroplastia do ombro é um procedimento seguro e eficaz para aliviar a dor e ajudar o paciente a retomar suas atividades diárias.

Em quais casos o médico pode sugerir a prótese?

Ao longo dos anos, tal procedimento passou a ser usado para muitas condições dolorosas do ombro como doenças degenerativas, artrose pós-traumática, artrite reumatóide, necrose avascular da cabeça do úmero, artropatia pós-lesão do manguito rotador e sequelas de fratura. Geralmente os pacientes candidatos a cirurgias de substituição articular são idosos e que já lidam com a doença articular do ombro há muito tempo.

Existem várias razões pelas quais o seu médico pode recomendar a cirurgia de substituição do ombro. As pessoas que se beneficiam da cirurgia geralmente têm:

• Dor severa no ombro que interfere nas atividades cotidianas, como abrir um armário, vestir uma roupa, ir ao banheiro e tomar banho; • Dor moderada a grave enquanto descansa. Impactando na qualidade do sono; • Perda de movimento e/ ou fraqueza muscular do ombro; • Não melhorar substancialmente com outros tratamentos, como medicamentos e fisioterapia.

Por tratar-se de um procedimento cirúrgico de alta complexidade é importante que o paciente seja avaliado e tratado por um profissional com experiência nesta área de atuação. A decisão de realizar uma cirurgia de substituição articular deve ser tomada em consenso entre o paciente, seus familiares e o cirurgião ortopedista.

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Instagram ícone social

COE - Centro de Ortopedia Especializada © 2018

Criado por Plena Estratégias Criativas

Diretor Técnico: Dr. Thiago Caixeta - CRM-GO 13291 / RQE 8070 - Médico Ortopedista e Traumatologista.